Câmara Municipal de Porto Alegre Câmara Municipal de Porto Alegre
Câmara Municipal de Porto Alegre
Camarapoa / Imprensa / Notícias
30/03/2016
Plenário

Airton Pavilhão será nome de rua no Humaitá

A Câmara Municipal de Porto Alegre aprovou, na sessão desta quarta-feira (30/3), o projeto de lei (e sua emenda) que denomina Rua Airton "Pavilhão" Ferreira da Silva o logradouro público cadastrado conhecido como Rua 2.123, localizado no Bairro Humaitá, perto da Arena do Grêmio. Assinam a autoria da proposta os vereadores João Carlos Nedel (PP), Reginaldo Pujol (DEM), Kevin Krieger (PP), Dinho do Grêmio (DEM), Tarciso Flecha Negra (PSD) e Mendes Ribeiro (PMDB). A emenda foi apresentada por Bernardino Vendruscolo (PROS) e Tarciso.  

Airton Ferreira da Silva, conhecido como Pavilhão, nasceu no dia 31 de outubro de 1934, em Porto Alegre. Em 1949, iniciou sua carreira no futebol, defendendo as cores do Força e Luz, extinto clube da Capital, no qual atuou até 1954. No dia 23 de junho de 1954, transferiu-se para o Grêmio Foot-Ball Porto-Alegrense, sob circunstância bastante curiosa: o jogador foi vendido por 50 mil cruzeiros e mais um pavilhão de arquibancadas de madeira da antiga sede gremista, o Estádio da Baixada, uma vez que o clube estava se mudando para o recém-construído Estádio Olímpico. Foi por causa dessa transação inusitada que o jogador recebeu o apelido de “Airton Pavilhão”.

Atuando com a camisa tricolor gremista, Airton fez história, despertou a paixão dos torcedores e a atenção dos amantes do futebol em todo o Brasil. Defensor de técnica apurada, Pavilhão jogava com a cabeça erguida e jamais usava o recurso das faltas violentas. Certa vez, em um confronto entre Grêmio e Santos, no Estádio Olímpico, entrou para a história ao aplicar um “chapéu” (nome dado a um dos dribles mais belos do futebol) em Pelé, tornando-se o único jogador a realizar tal feito.

Sua atuação naquela partida foi tão destacada que o próprio Santos o contratou, em 1960, para jogar naquele que, até hoje, é considerado o melhor time de todos os tempos. O talento de Pavilhão o fez ser convocado para a Seleção Brasileira em sete oportunidades. Em uma das convocações, conquistou o título Pan-Americano de 1956.

Pelo Grêmio, conquistou 11 vezes o título gaúcho e entrou para a história do clube. O jogador fez sua última partida em 1971, época em que era jogador profissional do Cruz Alta. Morreu em 3 de abril de 2012, em Porto Alegre, aos 77 anos, deixando os filhos Airton Luiz Ferreira da Silva e Mauro Ricardo Ferreira da Silva.

O projeto original era de Nedel, mas um requerimento aprovado pelo plenário incluiu os demais vereadores citados como autores da proposta.

Texto: Claudete Barcellos (reg. prof. 6481)
          Juliana Demarco (estagiária de Jornalismo)
           



                    

Banco de imagensAcesse aqui o Banco de Imagens, com as fotos no dia
RadiowebAcesse aqui a Radioweb, com os boletins do dia

Página 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | ... || Próxima


contatos
Av. Loureiro da Silva, 255 - PoA - RS
CEP: 90013-901
 (51) 3220.4100
 E-mail











  Câmara Municipal de Porto Alegre.                                          desenvolvimento: Assessoria de Informática-CMPA e PROCEMPA